Ratos
Ratos
Ratos

DESRATIZAÇÃO

 

Os Roedores são uma peste

Eles destroem e contaminam alimentos, danificam edifícios, materiais e espalham doenças. Eles estão universalmente presentes. Os roedores vivem lado a lado com o Homem, invadindo os seus edifícios e comendo da sua comida. Quintas, casas, hospitais, escolas, fábricas de alimentos, hotéis e restaurantes, proporcionam abrigo e sustento para um rato explorador. Nas quintas, as colónias vivem em buracos ao longo de diques e cercas frequentemente perto de um grande fornecimento de água. No Verão, eles podem encontrar alimentos nos campos, mas a partir do momento em que as colheitas são ceifadas e o tempo arrefece, eles deslocam-se para os edifícios agrícolas. Aqui, alimentam-se e contaminam o grão armazenado, rações para gado e outras fontes de alimentos. Também danificam os edifícios e equipamentos agrícolas.

 

Perigoso Portador de Doenças

São como portadores de doenças que os roedores são mais temidos. Embora a praga já não seja considerada um perigo, os ratos podem transmitir doenças que são potencialmente fatais para o Homem, como as doenças de Weil e o tifo de murino. Eles também são portadores de organismos causadores de doença que podem perturbar a saúde do Homem, tais como a bactéria Salmonella, vírus e parasitas, como os nemátodos e outros vermes.

 

 

Perda de Alimento

Além do mais, os roedores são fortes competidores para alimentos. Uma população de cerca de 100 ratos pode ser facilmente suportada por uma quinta convencional. Um rato come aproximadamente 10 % do seu peso corporal em comida por dia. Assumindo um peso médio de 250 g por rato, isto iguala cerca de 2,5000 g de comida perdida todos os dias apenas com esta pequena população. E não é tudo. É importante notar que pelo menos três vezes mais alimentos são contaminados por pêlo, excrementos, saliva, urina e sangue.


Perda Económica

A presença de roedores afecta directamente o desempenho dos animais. Os roedores comem ovos e pequenos pintos e aves domésticas.

 

Retornos inferiores

Os roedores podem afectar directa e indirectamente os retornos da quinta. Assim, os roedores são um inimigo público muito real. O controlo deve ser uma prioridade de topo no interesse da saúde pública, segurança no local de trabalho e para prevenir perdas nas quintas, fábricas e armazéns.

 

Espécies de roedores mais importantes

Os roedores mais importantes em todo o mundo são o rato Norueguês (Rattus norvegicus) e o rato do telhado (Rattus rattus e Mus musculus). Pode não os ver, mas eles estão lá: A evidência de ratos pode significar que existe uma população entre 5 a 100 animais nas instalações. A presença de tocas subterrâneas junto dos locais onde se alojam ratos e nas zonas de armazenagem de alimentos é um sinal claro de uma infestação por Ratos da Noruega. Se os roedores forem frequentemente observados durante o dia, isso pode significar que existem até 5 000 ratos na área. Os roedores são animais inteligentes e sociais. São gregários e vivem em colónias que podem ter várias centenas de animais. Podem saltar, nadar e trepar, e preferem mover-se na escuridão.

 

Conhecer o seu problema é conhecer o seu inimigo

 

Rattus norvegicus

CARACTERÍSTICAS FÍSICAS
Corpo forte, cabeça bem definida, tem um nariz alongado e bastante pontiagudo. Orelhas de tamanho médio. Cauda longa, anelada e laminada; menor que a cabeça e o corpo combinado.

COR

Castanho-ferrugem a ferrugem, passando por castanho
acinzentado.

TAMANHO E PESO
Comprimento da cabeça até ao corpo: 19-26 cm
Comprimento da cauda: 16-20 cm
Peso: 200-475 g

REPRODUÇÃO
Período de Gestação: 22-24 dias
Ninhadas: 6-12 crias
Número de ninhadas por ano: 3-5
Esperança de Vida: 1 ano, mas a população renova-se muito rapidamente

BIOLOGIA
O roedor mais comum. Encontra-se especialmente em áreas de baixa humidade. Necessita sempre de uma fonte de água, visto que as suas necessidades em água são substanciais. É omnívoro. Adapta-se a qualquer ambiente onde vive. Causa enormes danos ao roer portas, material de madeira, vigas, fios eléctricos, canalizações, etc.

Rattus rattus

CARACTERÍSTICAS FÍSICAS
Cauda mais comprida que a cabeça e o corpo combinados. Orelhas bem desenvolvidas. Cauda laminada, sem pêlo.Pêlo fino bem lustrado, com bom aspecto.

COR

Cinzento escuro com reflexo prateado

TAMANHO E PESO
 Comprimento da cabeça até ao corpo: 16-23 cm
Comprimento da cauda: 17-28 cm
Peso: 100-200 g

REPRODUÇÃO
Período de Gestação: 21 dias
Ninhadas: 5-10 crias
Número de ninhadas por ano: 3-5
Esperança de Vida: 1-2 anos

BIOLOGIA
Encontra-se em todo o lado. Animal geralmente nocturno. Vive em biótipos secos (telhados). Omnívoro e carnívoro; come todas as provisões. Muito desconfiado; evita armadilhas e todas as novas situações. Vector de numerosas doenças.

Mus Musculus 

CARACTERÍSTICAS FÍSICAS
Tamanho pequeno. Nariz pontiagudo. Olhos negros pequenos. Orelhas longas e largas. Cauda longa coberta com um pêlo fino. Odor típico devido à sua urina.

COR

Difere de acordo com o habitat; de castanho escuro a castanho-ferrugem

TAMANHO E PESO
 Comprimento da cabeça até ao corpo: 6,8-9 cm
Comprimento da cauda: 5-7 cm
Peso: 10-20 g

REPRODUÇÃO
Período de Gestação: 21 dias
Ninhadas: 6-8 crias
Número de ninhadas por ano: 4-6, às vezes 10
Esperança de Vida: 2 anos

BIOLOGIA
Encontrado em edifícios onde come todos os alimentos; ataca papéis, livros, roupa, material de isolamento, etc. Surge normalmente à noite, mas também durante o dia em instalações desabitadas.

 

Outras pragas urbanas de roedores

O rato cego (Microtus lusitanicus) e o rato toupeira (Microtus duodecimcostatus) são potenciais causadores de pragas urbanas pela sua incidência nos jardins e nos campos de golfe. A aparência destas duas espécies é semelhante; a coloração da pelagem difere e o rato toupeira é ligeiramente maior e mais robusto.

 

Rato Cego
Encontra-se em todo o país e infesta preferencialmente zonas em que a cobertura vegetal do solo (para alimento e protecção) é abundante, solos leves, com um teor de humidade que permita cavar as galerias, locais protegidos de ventos e alagamentos. Alimenta-se de frutos, raízes, tubérculos e folhas. É uma espécie muito voraz e acumula provisões em zonas próximas da toca. Esta possui duas partes distintas: um sistema de galerias pouco profundas com locais de refúgio e que serve para prospecção dos alimentos e um sistema de galerias profundas onde constroem os ninhos e armazenam os alimentos. As galerias, com um diâmetro de 2 a 4 cm, comunicam com o exterior através de buracos de saída abertos ou cobertos de montículos de terra.

 

Rato Toupeira
Encontra-se normalmente a sul do Tejo. Prefere solos pouco compactos e com abundância de raízes. Alimenta-se de raízes, bolbos e tubérculos e na falta destes da parte foliar. As formas das galerias variam com o terreno e o alimento disponível. A câmara dos ninhos tem normalmente diversas entradas e o depósito de alimentos a forma de um anel. As galerias, com 4 a 6 cm de diâmetro ligam a área central que contém os ninhos e o depósito com os restantes locais de actividade.

Nas época secas todas as saídas para a superfície estão cobertas de terra; na época mais húmida e nos locais de maior actividade podem observar-se alguma tocas abertas e bem dissimuladas na vegetação.

 

COMO CONTROLA-LOS

 

A SIMACONTROL oferece a todos os seus clientes um controlo efectivo contra a praga de roedores, dando particular atenção ás normas de segurança. Dessa forma o delineamento correcto de um programa de controlo de roedores pressupõe a realização do seguinte:

  • Inspecção dos locais infestados com a finalidade de identificar a espécie infestante e verificar quais as condições que favorecem o estabelecimento dos roedores.
  • Implementação de medidas de higiene que impeçam os roedores de obter alimentos e zonas de refúgio.
  • Implementação de medidas cujo objectivo seja eliminar os locais de entrada dos roedores.
  • Redução da população presente com rodenticidas de 2ª geração (anticoagulantes) colocados em postos de engodo, ratoeiras, estações de captura múltipla, etc.

Quando se pretende combater pragas de roedores é fundamental identificar a espécie em causa, já que os ratos e as ratazanas exigem estratégias de controlo diferentes e os hábitos e comportamento relativamente aos iscos difere.

Antes de se colocar ratoeiras com a finalidade de identificar a espécie e a dimensão do problema, obtêm-se normalmente bons resultados através de uma observação cuidada de fezes, trilhos, ninhos, marcas de mordeduras, etc.

O combate aos roedores no exterior das instalações envolve normalmente a utilização de métodos químicos.  Os compostos rodenticidas mais frequentes aparecem como iscos parafinados ou granulados.

Os iscos têm que ser colocados em locais protegidos e devidamente identificados.

Dessa forma a SIMACONTROL utiliza Postos de Engodo de alta segurança, em polietileno, que têm como principal objectivo proteger o produto, impossibilitar o acesso a outros animais domésticos e às crianças.

Um controlo eficaz inclui a colocação de um número suficiente de iscos de isco, convenientemente distribuídos a fim de assegurar que todos os roedores têm a oportunidade de ingerir uma quantidade suficiente de rodenticida que lhes cause a morte.

A manutenção de iscos é da maior importância pois pretende-se assim que estes apresentem a melhor palatibilidade, pois só desta forma se pode obter a eficácia pretendida. Dessa forma é então imperativo vistoriar regularmente o seu estado de conservação e repor, se necessário, a quantidade necessária para o efectivo controlo.

No interior das instalações o combate pode não envolver a utilização de químicos, ou seja utilizaremos as recomendações dadas pela Organização Mundial de Saúde.

Recomendações essas que passam, consoante os locais a tratar, pela colocação de estações de isco contento rodenticida anticoagulante, estações de isco contendo isco não tóxico, estações de captura múltipla e estações de captura à base de telas colantes.

Todos os Rodenticidas por nós utilizados estão homologados pela D. Geral Saúde.

Facultamos a todos os nossos clientes, caso nos seja solicitado, as respectivas autorizações da D. G. Saúde, bem como as fichas técnicas dos produtos utilizados.


Ponha-nos à prova!
Efectua-mos orçamentos grátis. Faça já o seu pedido aqui.